Coletor Menstrual: você sabe o que é?

 

Oi gente, tudo bem?

O tema desse post é bem polemico, há quem já conheça bem o assunto, há quem tá bem curiosa pra saber e há quem não quer saber de jeito nenhum.

Mas, se você sofre durante a semana de menstruação com assaduras, bolhinhas, vermelhidão, inchaço, falta de lubrificação, devido o uso de absorventes, você está no lugar certo!

Eu sofri anos com todos os sintomas citados acima, tendo que aceitar que a unica opção era usar o absorvente. Porém um dia encontrei uma propaganda no Facebook, que falava do tal coletor menstrual. Fiquei super curiosa, pois a propaganda prometia resolver os meus problemas; então resolvi pesquisar a fundo o que é o famoso “copinho” e a partir do momento que comprei o meu, minha vida mudou totalmente. Então decidi falar um pouquinho sobre isso com vocês, vamos lá?

O que é o coletor menstrual?

O coletor é um copinho de silicone, maleável, reutilizável, hipoalergênico, econômico e ecológico;  que coleta o  sangue da sua menstruação dentro do canal vaginal. É fácil de usar após o tempo de adaptação, não deixa cheiro, e pode ser esvaziado de 6 a 12 h de utilização. Existem de vários tamanhos e cores, dependendo da marca. O tempo de utilização pode ser de até 5 anos de acordo com os cuidados de uso do copinho.

coletores-menstruais-223407741.jpg

Apesar de existirem vários modelos, a maioria tem as mesmas características, 2 furos na borda, corpo liso, ranhuras na base que auxiliam na retirada, haste com ranhuras ou argolinha.

.conhecendo-mimo-1

 

Como usar o coletor?

O coletor deve ser usado dentro do canal vaginal de forma que colete o sangue sem vazamentos. Para colocar o coletor é preciso higieniza-lo com água e sabão neutro e em água fervente, dobra-lo de forma que se encaixe a entrada do canal que é mais estreita e empurrá-lo para trás, não para cima como pensado, depois de inserido ele deve desfazer a dobra sozinho, caso isso não aconteça é preciso fazer força com se fosse evacuar, segurar o cabinho e girar até que ele desdobre. A posição mais confortável para fazer isso é agachada ou sentada no vaso, mas você escolhe como fará. É preciso ter em mente que para usar o coletor você precisa conhecer bem o seu corpo e está confortável em fazer a escolha de abandonar o absorvente e usar o coletor. Ao introduzir o coletor, relaxe e não force a entrada, para não se machucar.

3333ad7113c9430b9b57c67e9a45c50c1172198629.jpg

d43af2f2793a788c7f2eefb3f10084bd212278909.jpg

 

Como retirar o coletor?

Para retirar é fácil, basta fazer força como se fosse evacuar, beliscar o fundo do copinho para retirar o vácuo e puxar pelo cabinho ou argolinha. Fique calma ele não se perde lá dentro!

Como escolher o tamanho certo do seu coletor?

O tamanho do coletor vai variar de acordo com a altura do colo do útero. Para saber a altura do seu colo basta perguntar ao seu ginecologista, mas se você esquecer ou tiver vergonha de perguntar basta inserir seu dedo indicador ou médio no canal vaginal até tocar o colo do útero, que tem formato arredondado e a sensação é de tocar a ponta do nariz. Observe até onde seu dedo entrou para saber qual a altura do seu colo uterino.

 

 

 

Colo baixo: dedo inserido até a primeira articulação.

Colo médio: dedo inserido além da primeira articulação.

Colo alto: dedo inserido além da segunda articulação.

_20180305_222950-1019496733.jpg

Outro fator importante para definir o tamanho do seu coletor é o fluxo menstrual. Caso o fluxo seja intenso, o coletor pequeno poderá ser usado mas terá que ser esvaziado em um prazo de tempo menor.

Saber como é a sua musculatura pélvica influi na escolha da rigidez do silicone do coletor. Mulheres jovens, sem filhos e que não praticam exercícios pélvicos, preferem coletores com rigidez normal ( nem muito maleável, nem muito rígido), já as mamães preferem os coletores mais maleáveis. Porém isso não é regra já que toda mulher é diferente. Pesquise o que sua marca favorita tem a oferecer. Escolher um coletor muito rígido ou muito maleável para sua musculatura pode ser mais difícil para desfazer a dobra, por isso a importância de saber como é o seu corpo.

Que dobra fazer no seu coletor?

Existem 6 tipos de dobras mais indicadas por marcas de coletores menstruais. Eu uso a dobra tipo “C”, mas antes de escolher ela testei as outras para constatar que ela era a melhor para mim. O tipo de dobra também vai variar de mulher para mulher, experimente o quanto quiser.

_20180305_213030

 

Como esterilizar o Coletor?

Manter a higiene é um passo importantíssimo para evitar infecção. Não podemos esquecer que o coletor fica dentro de nós e descuidar da higiene pode prejudicar nossa saúde. A regra é que todas as marcas indicam lavar com sabão neutro e ferver de 5 a 8 minutos em panela esmaltada. Porque panela esmaltada? Por que a panela normal de alumínio pode com o tempo soltar pequenas partículas de alumínio que prejudicarão a qualidade do coletor menstrual. Com a panela esmaltada isso não ocorrerá. Você também pode optar por uma caneca exclusiva para o seu copinho, caso use o microondas para isso.

3333ad7113c9430b9b57c67e9a45c50c1172198629.jpg

 

 

 

Tempo de adaptação

O tempo de adaptação varia de mulher para mulher, mas se você escolher o coletor certo e achar a dobra mais confortável de introdução, logo vai perceber que nos próximos ciclos vai ficar mais fácil colocar e retirar o copinho.Também vai perceber que o coletor não pode ser sentido quando está no canal vaginal, a não ser que você tenha bexiga sensível, quando ela estiver cheia pode sentir um leve incomodo. Não é normal sentir dor ao usar o coletor, se você sentir, pare de usar e procure um médico.

Minha experiencia com o coletor menstrual

Pesquisei bastante antes de comprar o meu primeiro coletor. Vi videos de gente muito bacana, e olhei as características de diversas marcas, por fim escolhi comprar o menor tamanho do coletor Fleurity que vende kits com 2, nas cores rosa e roxo. Para minha infelicidade não me adaptei ao tamanho dele, apesar de ser o menor, ficou grande, cortei os cabinhos e mesmo assim incomodava quando eu sentava. Não desisti do copinho, pesquisei mais e comprei o coletor P original da Holy cup, e a partir dai sou apaixonada pelo meu copinho. Minha adaptação a dobra e a inserção durou 4 ciclos e depois disso tudo ficou mais fácil. Uso panela esmaltada para esterilizar e o próprio saquinho da marca para guardar.

original_lilas_4-1-500x447

 

E ai você usa coletor? Se não, tem vontade de usar? qual a sua experiência? me conta, vou ficar feliz de interagir com você!

 

 

8 ALIMENTOS QUE NÃO PODEM FALTAR EM UMA DIETA SAUDÁVEL

Por: Maiza Santos

Olá amigos e amigas, hoje vamos falar sobre 8 alimentos saudáveis que além de fornecerem energia, fornecem nutrientes como: antioxidantes, fibras, gorduras boas, carboidratos de baixo índice glicêmico e proteínas de alta qualidade.

Vamos lá!!!

1. OVO: Já caiu por terra o mito de que os ovos fazem mal à saúde, que engordam, aumentam o colesterol, etc. Ao contrário, hoje a partir de estudos sabemos que ovo é um alimento super completo. A clara é rica em albumina, a albumina é uma das melhores proteínas da natureza! A gema também possui muitos nutrientes, inclusive ferro e biotina! Então, use omeletes, ovos cozidos e mexidos, principalmente à noite, afinal, a albumina é digerida e libera aminoácidos no sangue de forma lenta, ótima no horário em que estamos dormindo.

Resultado de imagem para ovo

 

2. PEITO DE FRANGO: O peito de frango provavelmente é a fonte de proteína mais divulgada e recomendada no meio dos esportistas. E qual a razão? É uma fonte de proteína bem magra, com alto percentual de proteína por porção, fácil digestão, rápida absorção. O ideal é consumir peito de frango grelhado, ou ao molho, porém nunca frito, à parmegiana, à milanesa, etc., pois são preparações que “engordam” muito o alimento. Consuma no mínimo 4x/semana.

Resultado de imagem para peito de frango

 

3. OLEAGINOSAS: Quem é que não gosta de amendoim, pistache, amêndoas ou castanhas? Muitos tiram esses alimentos de sua alimentação pelo medo de engordar, afinal, elas são bem calóricas, certo? Certo. Porém, as gorduras das oleaginosas são boas elas reúnem gorduras insaturadas, proteínas, fibras e antioxidantes. Também são fontes das vitaminas E e do complexo B e de minerais como zinco, potássio, manganês, ferro, cobre e selênio. Aproveite para consumi-las nos lanches pré-treino, antes do dormir ou quando bater aquela vontade de comer salgadinhos, lanches ou biscoitos. Faça um mix com: amendoim, amêndoas, castanha de caju, castanha do Pará, macadâmia, avelã e pistache. Comer um punhado por dia (mão em formato de concha), ou aproximadamente 30 gramas, está ligado a uma probabilidade 22% menor de morrer mais cedo por qualquer doença.

O cultivo e o consumo de oleaginosas estão crescendo mundo afora

 

4. PEIXES: Quem não gosta de peixes, é melhor procurar alguma preparação ou espécie que o agrade pelo menos um pouco, afinal, ele é uma carne riquíssima, que só possui boas características. Começando pelo fato de ser uma carne branca, leve e de fácil digestão. Sua gordura é boa (raridade entre os alimentos de origem animal!) e necessária ao organismo. A proteína do peixe é facilmente digerida e utilizada. Se você não consegue consumir porções de peixe pelo menos 3x/semana, faça uma suplementação com cápsulas de ômega 3 (óleo de peixe) 2x/dia.

Resultado de imagem para filé de peixe grelhado

 

5. BANANA: Quem nunca viu os frequentadores de academia ou atletas com uma banana na mão? Parece ser o alimento preferido deles! Não é à toa… A banana é uma fruta rica em carboidratos, vitaminas do complexo B e potássio. É ótima opção para um lanche rápido, pois é rica em energia, apesar de não ser muito calórica. Ficará mais rica ainda se misturada com algum cereal (aveia, granola, linhaça) e mel! Ótimo lanche pré-treino!

Resultado de imagem para banana

 

6. AVEIA: Carboidrato de baixo índice glicêmico, ou seja, demora mais para virar glicose no sangue e evita acúmulo de gordura. A aveia é indispensável na mesa dos esportistas. Rica em energia, fibras, vitaminas e minerais, a aveia consegue enriquecer qualquer preparação e torná-la mais saudável como bolos, panquecas, omeletes, sopas, etc. Utilize no pré-treino ou antes de dormir para que a energia seja mais prolongada.

Resultado de imagem para aveia

 

7. AZEITE DE OLIVA EXTRA – VIRGEM: O azeite virou um alimento muito divulgado e utilizado, afinal é muito saudável. Ele é rico em gorduras monoinsaturadas, aquelas consideradas boas e que não se acumulam como gordura localizada e/ou nas artérias. As gorduras monoinsaturadas fornecem energia, produzem hormônios e dificilmente farão a pessoa engordar. Além de tudo, ele possui muita vitamina E, um antioxidante poderoso para quem faz atividade, evitando que as células sejam danificadas durante e após os exercícios. Consuma todos os dias na salada do almoço e jantar. Você também pode utilizá-lo sobre o pão ou torradas, na hora do lanche.

Resultado de imagem para azeite de oliva

 

8. BATATA DOCE: A batata doce é um alimento rico em fibras e, portanto, sua liberação de energia no sangue é mais lenta do que os outros tipos de batata, por isso é tão usada no meio esportivo. Ela é uma boa estratégia para quem necessita aumentar carboidratos em seus cardápios e não quer ganhar gordura abdominal. Ela também é rica em vitamina A. Consuma-a no pré-treino e/ou no pós com alguma fonte de proteína. Consuma-a assada, cozida ou em forma de purê (sem leite).

Resultado de imagem para batata doce

Agora que já sabem mais sobre esses poderosos alimentos… que tal incluí-los em sua alimentação?!!!

Lembrando que para a elaboração e orientação de um plano alimentar individualizado procure um nutricionista.

Espero que tenham gostado do post.

Até o próximo! Bjos

Como evitar a temível celulite?

Por Maiza Santos

celulite-bumbum

A celulite é sem dúvida o grande pesadelo das mulheres. São os famosos furinhos nas pernas e no bumbum que acabam incomodando não só as mulheres que estão acima do peso, mas as magrinhas que também podem sofrer com o incômodo.

A celulite (lipodistrofia ginoide), definida como uma inflamação celular. Manifesta – se no tecido conjuntivo localizado embaixo da pele, devido á soma de várias alterações que são acionadas por fatores como:

  • herança genética
  • Sedentarismo
  • problemas circulatórios
  • alimentação inadequada
  • cigarro
  • álcool
  • estresse
  • desequilíbrio hormonal

Confira dicas de tratamento e como evitar a celulite:

Antes de encarar os procedimentos estéticos, vale a pena investir em uma fórmula simples para evitar a celulite:

Adote hábitos saudáveis. Tenha uma alimentação balanceada, evite os alimentos gordurosos, o excesso de sal e de açúcar, ou seja, frituras e os industrializados, como por exemplo, o refrigerante. Prefira as frutas, verduras, legumes e alimentos com fibras (integrais).

Os alimentos menos calóricos e mais ricos em vitaminas, fibras e minerais são bem vindos, pois são reguladores do processo de produção de energia, além de diminuir a absorção de gordura dos alimentos e controlar a regeneração de tecidos, mantendo a pele mais saudável e tonificada. Não esqueça também de beber bastante água, pelo menos 2 litros por dia.

Abandone o cigarro e o álcool e pratique atividade física. A atividade física proporciona a melhora da circulação, o aspecto da pele e contribui para eliminar a gordura localizada no quadril e nos glúteos. Andar de bicicleta, correr, nadar ou caminhar pelo menos três vezes por semana são formas de estimular a circulação e queimar a gordura corporal. A musculação e o pilates também são opções de atividade física que contribuem para diminuir as celulites.

Após adotar hábitos saudáveis, recorrer a tratamentos estéticos também pode ajudar a eliminar os furinhos. Procedimentos como: drenagem linfática, corrente russa, vela shape, endermologia, isotonia, entre outros, podem contribuir. Existem várias clínicas de estética que oferecem diversos tratamentos que ajudam a melhorar a aparência da pele. Não esqueça que antes é necessário fazer uma avaliação do seu caso para saber quais as melhores opções para o seu problema, e também para a indicação do número de sessões.

Com essas dicas ficou mais fácil evitar a temível celulite não é mesmo?!!! 😀

Espero que tenham gostado e até o próximo post.

Bjão ;*

NUTRIÇÃO DOS CABELOS

Por: Maiza Santos

cabelo-saudc3a1vel-alimentos

 

Olá amigas e amigos… Tudo bem com vcs?! Espero que sim.

Vamos lá para o Post de hoje?!!! Confira 😉

O Brasil é o segundo país do mundo que mais gasta com cuidados para cabelo, mas não basta apenas cuidar da parte externa dos cabelos, é preciso acima de tudo ofertar os nutrientes necessários a saúde capilar, pois a nutrição influencia diretamente a composição dos fios capilares.

Proteínas/Aminoácidos                                                                                                                   

A deficiência de aminoácidos, provenientes da ingestão de proteínas, leva a diminuição do crescimento capilar, além de redução e queda de fios. Então para ter um cabelo saudável, garanta uma boa ingestão de fontes proteicas!

FONTES: carne vermelha, aves, peixes, ovos, leite e derivados, oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas, avelãs, entre outras.), leguminosas (feijões, lentilha, grão de bico), quinoa.

Vitamina D                                                                                                                                 

Muito importante na fase de crescimento capilar. É interessante verificar como andam seus níveis de vitamina D, através de exame de sangue, pois em muitos casos é necessário fazer a suplementação desta vitamina.

FONTES: salmão cozido, ovo cozido, figado de galinha, sardinha, leite, queijo.

Além dos alimentos, a principal fonte desta vitamina é a sua produção na pele a partir da exposição dos raios do sol, sendo importante tomar banho de sol diariamente, durante cerca de 15 minutos.

Silício                                                                                                                                       

Melhora a resistência/elasticidade dos cabelos, resultando em um cabelo mais grosso e forte.

FONTES: aveia, pepino, coentro, cereais integrais, salsa, manga, avelã, feijão, banana, alho, abacaxi.

Zinco
Fator de crescimento e desenvolvimento dos cabelos. Sua deficiência pode causar cabelos finos, quebradiços, sem brilho e avermelhados. Além de ser fundamental contra o agrisalhamento.

FONTES: ostras, castanha do Pará, amêndoas, carnes, frango, frutos do mar.

Biotina (vitamina B7)
Protege contra o ressecamento, evita a quebra dos fios e previne contra progressão da calvície.

FONTES: levedo de cerveja, fígado de galinha, gema de ovo, nozes.
Nota: Não há comprovação de efeito contra queda, caso não tenha deficiência.

Ferro
A deficiência de ferro, mesmo que sem presença de anemia pode favorecer a queda de cabelo. Se você está sofrendo com queda de cabelo, saiba que uma das causas pode ser identificada dosando a ferritina. Este exame de sangue mostra as reservas de ferro, e neste caso pode estar abaixo do normal. Ferritina baixa também afeta a capacidade do cabelo crescer, podendo mudar a textura do cabelo, ficando mais fraco e frágil.

FONTES: carne vermelha, frango, vegetais verde escuros como couve, espinafre, cuxá, leguminosas.

Vitamina A (betacaroteno)
Muitas vezes o crescimento reduzido, aspecto opaco e queda excessiva dos fios está relacionada ao consumo insuficiente de vitamina A, que é um nutriente com importante ação nas células capilares, promovendo maior hidratação, redução das pontas duplas e crescimento adequado.

FONTES: fígado, gema de ovo, batata doce, vegetais e frutas amarelo – alaranjados como cenoura, abóbora, manga, mamão, pêssego, damasco.

Selênio
Selênio estimula o crescimento do cabelo e reduz a caspa. É um nutriente fundamental para manter a integridade dos cabelos. Sua deficiência causa perda capilar.

FONTES: castanha do Pará, arroz integral, feijão, tomate, milho, lentilha, aves, ovo, peixes e crustáceos.

Então é isso pessoal… Espero que tenham gostado do post!!!

E lembre-se: para ter cabelos bonitos e saudáveis, é fundamental cuidar da alimentação. Lembre-se que a nutrição vem de dentro para fora!

Bjos.

 

Saúde

Por: Maiza Santos

Olá amigas e amigos!!!

Como devem ter visto nosso Blog conta com vários temas diferentes… E aqui estarei falando um pouco sobre assuntos relacionados a saúde e nutrição. Como Nutricionista de formação estarei trazendo algumas dicas maravilhosas para vocês leitores!!!

É para iniciar o assunto, vamos falar sobre como ter uma vida com saúde…

Blog-Natue

Bom… através de bons hábitos de vida é possível plantar e colher saúde. Quando escolhemos nos alimentar de forma mais natural, com alimentos como frutas, verduras, carnes, cereais, alimentos integrais, leguminosas, entre outros, ofertamos ao nosso organismo vários nutrientes essenciais, entre eles vitaminas, minerais, fibras, antioxidantes, que são responsáveis por varias funções, como a de prevenir doenças. Quando evitamos o consumo de alimentos industrializados, que contém muito sódio, açúcar e gordura, também evitamos o aparecimento de doenças como diabetes, hipertensão, colesterol e triglicerídios altos, doenças cardiovasculares, câncer, entre outras.

Além de uma alimentação saudável e equilibrada, a prática de exercícios físicos é algo de grande importância também para a saúde dos músculos, ossos e coração. Esses dois hábitos precisam andar de mãos dadas.

E pra completar, além de saúde física, também precisamos cuidar do nosso interior. Sempre buscando ter pensamentos positivos, paz com o nosso próximo, perdoar quando for preciso, viver o presente e esquecer as coisas do passado, se amar e ser grato a Deus por tudo o que temos.

E é isso… Foi um post inicial bem breve.. mas espero que tenham gostado! Bjos

vivamelhor3site-fim30